| ESCREVO AO VIVO


  •       Editora      
                     
  • Neste espaço farei o comentário de poemas que atraíram minha atenção. Espero que sirva como convite à leitura dos autores abordados aqui. Não há muito critério, apenas meu gosto pessoal. O que eu li estava, invariavelmente, numa estante desorganizada. Esses escritos são meu barulhinho bom descrito por Roland Barthes desta maneira: “Nunca lhe aconteceu, ao ler um livro, interromper com frequência a leitura, não por desinteresse, mas, ao contrário, por afluxo de idéias, excitações, associações? Numa palavra, nunca lhe aconteceu ler levantando a cabeça.”